O começo, o meio e o fim do ambiente

Muitas medidas têm sido adotadas para evitar danos ao meio ambiente, e isso não é de hoje. Plantar árvores, andar de bicicleta, fabricar carros menos poluentes como os elétricos, economizar água e energia, são muitos os focos de atuação para preservar o meio ambiente.

A questão, no entanto, é pensar no meio ambiente desde que o homem começou a destruí-lo até os dias de hoje, quando continuamos a destruir, mas, ao mesmo tempo, tentamos reduzir a força dessa destruição.

A questão da água tornou-se tema de destaque a partir da seca em São Paulo. O que era realidade no Nordeste chegou ao estado mais rico do país. Talvez agora haja um empenho maior em conservar o que temos e evitar novos danos, pensando na possibilidade de recuperação de alguns dos problemas gerados pelo consumo humano e suas ações contra o meio ambiente.

 

O momento é, também, de reflexão, pois é preciso mais do que ações positivas, é preciso uma mudança real e concreta no pensamento da humanidade. Só assim o comprometimento de toda a sociedade será sólido e duradouro.